• entrepreneurs & politician lobbying firm
  • Como é que os Lobistas têm voz junto dos Governos

    15/10/2019

    O objetivo do lobby em geral e do lobby corporativo, em particular, é consciencializar o governo sobre as necessidades das grandes empresas responsáveis por fornecer meios de subsistência a milhões. Como essas empresas consistem nos contribuintes do governo, as empresas de lobby que protegem seus interesses estão, por extensão, a proteger os interesses do público.

    Tem dúvidas sobre esta afirmação? Pensa que as empresas de consultoria do governo não se importam com nada além de dinheiro e dos interesses de seus clientes? Então atente nos seguintes exemplos nos quais os lobistas beneficiam o público.

     

    Moldar as políticas do governo

    Os economistas concordam que uma das razões pelas quais a crise financeira de 2008 surgiu foi a ausência de regulamentações que pudessem impedir mega fusões de bancos que foram declaradas “grandes demais para falir” – mas aquelas cujo eventual fracasso prejudicou a economia global.

    Os lobistas ajudam a impedir que esse cenário volte a ser uma realidade. Uma vez que eles estão nos bons livros tanto dos negócios quanto do governo, os lobistas atuam como um canal de comunicação entre os dois para consciencializar os últimos sobre as políticas que podem atrapalhar as operações dos primeiros.

    Ao fazer isso, os lobistas não estão apenas a proteger os interesses dos grandes negócios. Em vez disso, quando um governo elabora uma política que beneficia as empresas, as empresas aproveitam essa oportunidade para expandir suas operações. Isso, por sua vez, cria meios de subsistência para centenas, senão milhares, de pessoas.

    Influenciar o processo legislativo

    De acordo com um relatório elaborado pela Politics UK, os lobistas corporativos têm direcionado grupos consultivos da UE para não apenas influenciar, mas também moldar o processo legislativo do corpo de governo nos estágios mais iniciais possíveis, pois fazê-lo  num estágio posterior pode expô-los a mais oposição .

    Caso esteja a questionar-se, os lobistas fazem isso para ajudar os negócios que eles representam. Algumas legislações, como as de combustíveis anti-fósseis, se entrassem em vigor, causariam não apenas a perda de lucros para os negócios, mas também a perda de meios de subsistência para milhões.

    Os lobistas impedem que isso aconteça, influenciando o processo legislativo o mais cedo possível. Eles garantem que, mesmo que a legislação não favorável aos negócios seja aprovada, ela seja diluída a tal ponto que os danos sejam mínimos.

    Influenciar os decisores

     Além de influenciar o processo legislativo através de grupos consultivos, os lobistas corporativos também dominam as reuniões diretas com os decisores. Um exemplo disso pode ser encontrado na Grã-Bretanha, onde, de acordo com um relatório, os ministros priorizam reuniões com lobistas corporativos em detrimento de outros grupos.

    Já imaginou que conversas são tidas nessas reuniões? Adivinhou; aquelas que beneficiam o negócio. Os lobistas consciencializam os principais decisores das consequências das suas ações. Esse esforço, por sua vez, força os decisores a levar em conta o ponto de vista das empresas enquanto desenham novas políticas.

    Ao fazer isso, os decisores protegem inadvertidamente o público. Afinal, quando uma empresa recebe, por exemplo, benefícios fiscais, são revertidos ao consumidor na forma de preços reduzidos dos bens que está a vender. Este é apenas um exemplo de como os lobistas que influenciam os decisores ajudam o público em geral.

     

    Conclusão

    Em sítios como a Grã-Bretanha, onde os órgãos reguladores estão mais ativos, os efeitos de como os lobistas usam sua voz para ajudar o público são mais visíveis. Noutros sítios, como África – onde o funcionamento das empresas de consultoria do governo não domina as manchetes dos jornais, a influência não é muito visível. Ainda assim, como mostram os exemplos citados acima, é inegável que os lobistas de todo o mundo usam sua proximidade com os que estão no poder para ajudar os pessoas que mais precisam.

     

    Saiba mais sobre a Lobbying Africa, siga-nos @ LinkedInTwitterInstagram and Facebook.

    FACEBOOK
    TWITTER
    YOUTUBE
    LINKEDIN
    INSTAGRAM

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

    Latest News